ita classificados

paulo filho crm



samuel veiculos

pax perfeicao
costa pra rua

setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago   out »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

sao joao caatiba viacao itapetinga dr jose rogerio rodrigues casa bella mariana calçados ll tratores dr marcus vinicius xavier urologista casa de carnes o bananal daniela rodrigues seguros

:: 1/set/2021 . 21:14

Deputado Rosemberg Pinto intermedia reunião com Prefeito de Itapetinga e secretário de Agricultura do Estado para tratar do Frigorífico de Aves

_

O deputado Rosemberg Pinto (PT) intermediou um audiência com o secretário de Agricultura do Estado da Bahia, João Carlos Oliveira, com o  prefeito de Itapetinga, Rodrigo Hagge (MDB), para discutir demandas da Terra da Agropecuária, dentre as garantias dadas, o início das obras do abatedouro de aves do município, projeto elaborado pelo ex secretário Lucas Costa  e concluído por João Carlos.

Serão R$ 2 milhões investidos pelo governo do Estado e a previsão da conclusão do processo para abertura da licitação é de 40 dias.

 

Iguaí: Prefeitura em parceria com a empresa Dass Calçados distribui uniformes para desportistas

A Secretaria Municipal de Trabalho e Ação Social municipal de Iguaí em parceria com a Empresa Dass Nordeste Calçados E Artigos Esportivos S.A, ofertou uniformes para os responsáveis por “babas” na Sede/ Bairros, Distritos e Meio Rural do município.

A entrega teve a participação da Secretaria Magna Chaves , o Coordenador da Ação Social Breno Novaes , a Coordenadora do CRAS Elma Oliveira , o Facilitador de Esporte do CRAS Sede e Volante Roberto Braga, as Assistentes Sociais: Marina , Rosiane Pinheiro , Ana Cláudia e o colaborador do Bolsa Família Júnior Cabral.

Os kits foram entregue aos responsáveis dos grupos.

 

 

Firmino Alves: Eleição suplementar recebe registro de candidaturas até esta quarta

_

Postulantes à eleição suplementar de Firmino Alves, no Médio Sudoestes baiano, têm até as 19h desta quarta-feira (1°) para registrar candidaturas. O pleito está marcado para o dia 3 de outubro. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), podem concorrer pessoas que tenham domicílio eleitoral em Firmino Alves até o dia 3 de abril passado.

O morador também precisa estar filiado a algum partido até a mesma data. Caso o pretendente seja servidor ou agente público, ele precisa se afastar da função no prazo de 24 horas após a escolha em convenção.

A eleição suplementar em Firmino Alves foi convocada após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manter o indeferimento da candidatura de Padre Agnaldo (veja aqui). O político teve maior votação no sufrágio do ano passado, porém os votos foram anulados, o que determinou a realização do pleito suplementar.

Apoiadores de Agnaldo chegaram a fazer manifestações (lembre aqui), mas a Justiça desconsiderou os argumentos, mantendo o indeferimento. Até a noite desta terça (31), apenas uma candidatura tinha sido inscrita no Cartório Eleitoral da 137ª Zona, local indicado para os registros.

Ainda segundo do TRE, todos os eleitores do município podem votar desde que estejam com cadastro regular e domicílio eleitoral na cidade até o dia 5 de maio. No caso da propaganda eleitoral, as ações estão sujeitas às regras de restrições adotadas por conta da pandemia da Covid-19.

Em Ilhéus, Rui participa da inauguração de ponte do complexo Porto Sul

_

Primeira obra concluída entre as que antecedem a construção do Porto Sul, a ponte sobre o Rio Almada, em Ilhéus, foi inaugurada nesta quarta-feira (1°), com a presença do governador Rui Costa. O conjunto das intervenções iniciais está 40% concluído. A ponte se junta a outras obras em andamento – 13 quilômetros de vias, rotatórias, desvios e trabalhos de sinalização, além de ações socioambientais.

_

As obras estão sendo realizadas pela Bamin, empresa que está à frente do complexo de desenvolvimento que envolve a Mina Pedra de Ferro, o Porto Sul e o trecho 01 da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), entre os municípios de Ilhéus e Caetité. A ponte sobre o Rio Almada conecta a BA-001 à futura área industrial do Porto Sul.

“Esse é um marco importante desse grande projeto de infraestrutura logística e produtiva do estado da Bahia. É um projeto que se iniciou no final da década de 50, com um professor da Universidade Federal da Bahia chamado Vasco Neto, que fez o traçado dessa ferrovia, e outras pessoas, como o ex-governador Jaques Wagner, agregaram o conceito de fazer um porto aqui na região sul, hoje viabilizado pela Bamin. Teremos a conclusão em breve do trecho de ferrovia, mas o Estado da Bahia tem o compromisso e fará a extensão de Caetité até o oeste”, disse Rui.

A construção da ponte sobre o Rio Almada foi executada com tecnologia cantitraveller, que permite o cravamento de estacas em áreas de rios com redução de impacto ambiental. Ela é formada por nove vãos com 26 metros e 234 metros de comprimento em pavimento rígido e seguro à circulação de veículos de grande porte.

Na ocasião, o governador anunciou outros investimentos no sul da Bahia. “Hoje é o primeiro passo de um projeto que terá grande impacto econômico não somente para Ilhéus e Itabuna, mas para todos os municípios da região. E nós estamos aumentando esse investimento com a requalificação completa da BA-001, de Nazaré até Ilhéus, passando por Valença, Itacaré e entrando no chamado litoral norte de Ilhéus, e do sistema norte de Ilhéus, onde faremos um sistema duplicado, com quatro pistas em vários trechos. Portanto, teremos uma infraestrutura nova para acessar o porto e para o desenvolvimento do turismo”, afirmou Rui.

De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, a requalificação da BA-001, no trecho de Valença a Itacaré, já foi iniciada. “Hoje o governador anunciou a licitação do trecho entre Itacaré e Ilhéus e do trecho entre Nazaré e Valença. Esses dois contratos vão representar um investimento de mais R$ 100 milhões, requalificando totalmente a BA-001, entre Ilhéus e a Ilha de Itaparica”, explicou.

 

Porto Sul

Em parceria com o Governo do Estado, o Porto Sul vai receber investimentos da ordem de R$ 2,5 bilhões e poderá atracar navios de até 220 mil toneladas. Juntos, os projetos da Mina Pedra de Ferro e do Porto Sul vão gerar cerca de 55 mil empregos diretos e indiretos.

“O Porto Sul será importante corredor logístico de exportação para o Brasil, por onde serão transportadas milhares de toneladas de minérios, produtos agrícolas e outros produtos. Um porto que vai gerar milhares de empregos, vai gerar riqueza e prosperidade para o povo da Bahia e do Brasil. Nós estamos tendo essa privilégio devido à parceria com os colaboradores da Bamin e com o Governo do Estado. Viva Ilhéus e viva o Porto Sul”, destacou o presidente global da Bamin, Benedikt Sobotka.

 

Governo aplica mais de R$ 9 bilhões nos últimos anos em ações do Programa Água para Todos

_

Na Bahia, estado que possui ao mesmo tempo o maior número de pessoas vivendo da agricultura familiar e 70% do seu território na região semiárida do país, o acesso à água depende, em grande parte, das políticas públicas. O Governo do Estado criou, em 2007, o programa Água Para Todos. Já são mais de R$ 9 bilhões investidos, levando água para dentro das casas, dos negócios e também para a pequena produção do homem do campo, beneficiando milhões de baianos.

_

“O programa nasceu em 2007, com o objetivo de ampliar a oferta, garantir água de qualidade e segurança hídrica. Houve também a necessidade de articular a pauta da água, que é transversal e executada por diversas estruturas do Governo do Estado”, afirmou o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Leonardo Góes.

Ainda de acordo com Góes, “é de extrema importância a inclusão de diferentes secretarias e órgãos para a transparência no processo de execução do projeto, que além de ofertar água e saneamento, concebe economia e saúde”.

A gestão do Programa Água Para Todos é feita pelo Colegiado Institucional de Coordenação, presidido pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs) e pelo Comitê Gestor, coordenado pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) que, em conjunto, garantem a implementação do programa. “No Colegiado Institucional participam oito secretarias do Estado; e o Comitê gestor, que é uma esfera mais técnica, é composto por nove órgãos. Por conta de ações bem planejadas, conseguimos fazer com que cada R$ 1,00 gasto se reverta quatro vezes na economia em saúde, pois, sabemos que as principais doenças chegadas nos postos são fruto de contato com rejeitos, resíduos e consumo de água sem tratamento. Nesses 15 anos, o programa investiu R$ 9 milhões”, acrescentou o secretário.

O Comitê Gestor do Programa Água Para Todos é composto por empresas públicas, superintendências e autarquias, que executam os Planos de Ação, articulando atividades operacionais, assim como toda a produção técnica pertinente às metas físicas estabelecidas por cada ente executor nas linhas de ação existentes onde a Cerb e Embasa atuam como coordenadores deste grupo.

De 2007 até 2020, nas linhas de ação de abastecimento de água, projetos socioeconômicos e estudos estratégicos foram investidos recursos da ordem de R$ 6,01 bilhões. No abastecimento de água foram implantadas 1,62 milhão de novas ligações de água da Embasa, atendendo a mais de quatro milhões de pessoas; 1.025 sistemas de água foram ampliados, envolvendo a área rural e urbana, e 448 localidades foram atendidas com 2,26 mil quilômetros de extensão de rede implantados pela Embasa. Outras 6.556 localidades no meio rural foram atendidas com sistemas de abastecimento de água, beneficiando 1,48 milhão de pessoas. Ainda, 232.576 cisternas de consumo levaram água para mais de 800 mil pessoas. Para os projetos socioeconômicos, tecnologias sociais foram implementadas envolvendo 15.696 cisternas de produção, 5.974 cisternas calçadão e mais de 15 mil barreiros entre comunitários e familiares.

No esgotamento sanitário e no saneamento integrado, foram investidos R$ 3,22 milhões. Dentre as principais ações, estão a implantação de 942,6 mil novas ligações de esgoto da Embasa, atendendo a mais de 3 milhões de pessoas; 48 Sistemas de Esgotamento Sanitário (SES) implantados, beneficiando 211,2 mil pessoas; 84 obras de Ampliação em SES, beneficiando 1,53 milhão de pessoas; 29.959 Módulos Sanitários Domiciliares (MSD) implantados no meio rural disperso, beneficiando 103,5 mil pessoas; e 26 projetos de Saneamento Integrado foram implementados, beneficiando 43,6 mil pessoas da zona urbana.

Adutora do São Francisco

A região de Irecê, no Polígono da Seca, por contar com uma grande disponibilidade de solos férteis, se notabilizou pela agricultura, especialmente do feijão, cenoura, beterraba, tomate e cebola. Isso provocou um grande crescimento populacional, gerando grande demanda por água em uma área predominantemente árida que conta, atualmente, com quase 420 mil moradores. Diante dessa urgência por recursos hídricos e qualidade de vida, a Embasa já investiu, desde 2007, cerca de R$ 275 milhões em obras de abastecimento de água nesse território, como a adutora do São Francisco, concluída em 2013, maior obra já realizada pelo programa estadual Água para Todos (PAT).

A Estação de Tratamento de Água (ETA) de Rio Verde, localizada no município de Itaguaçu, capta água a 60 quilômetros de distância, na região de Xique Xique, no Rio São Francisco, e atende aos municípios de América Dourada, Central, Irecê, João Dourado, Jussara, São Gabriel e Itaguaçu da Bahia por meio de 132 quilômetros de tubulação e 13 estações de bombeamento. Essa foi a solução encontrada para a região, anteriormente abastecida pela barragem de Mirorós, cujo volume disponível vinha diminuindo gradativamente. A ETA, capaz de produzir 750 litros de água por segundo, possui três módulos de tratamento e permite o reaproveitamento de toda a água que entra na estação.

A diretora de uma escola infantil na região de Itaguaçu, Iolene Nunes, 32 anos, mora com o marido e dois filhos. Ela conta como era difícil cuidar da casa antes da construção do ETA. “A gente tinha que pegar água numa certa localidade, não tinha um reservatório, então a gente ia buscar de balde. Depois melhorou um pouco, começou a fornecer nas casas, mas a água não era tratada e causava alguns problemas de saúde, principalmente nas crianças. Hoje, graças a Deus, a água, por ser tratada, já não tem mais essa questão de problemas de saúde e também não falta água nas casas da gente. Temos todos os dias”.

Riachão de Jacuípe

No município de Riachão do Jacuípe, o destaque são as tecnologias sociais para a produção e a convivência com o semiárido. Foram implantadas 24 Cisternas de Placa, 335 cisternas de consumo, 1.389 cisternas de polietileno, 50 Módulos Sanitários Domiciliares (MSD), cinco barreiros comunitários e seis aguadas em diversas localidades, beneficiando mais de 6.260 pessoas, com investimento total de R$ 9.559.034,25. As ações foram coordenadas pela Companhia de Ação e Desenvolvimento Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), que faz parte do Comitê Gestor do Programa Água para Todos.

O agricultor Abelmanto Carneiro de Oliveira, 48 anos, mora em uma pequena propriedade desde que nasceu, na região de Mucambo, zona rural de Riachão do Jacuípe, onde agora cria sua família. “Eu não sou pequeno agricultor não, eu sou grande, mas em pequena área, viu?”, brinca com orgulho. Ele possui um barreiro que acumula cerca de 700 mil litros de água, que utiliza para a dessedentação dos animais, cabras e bodes, em sua maioria, e para a irrigação. Ele planta melancia, abóbora, pimenta, tem uma pequena agrofloresta, com combinação de espécies, entre diversas outras culturas.

centro cardiologico de itapetinga

r d alinhamento

radio ativa digital

bora passageiro

paulo filho crm

pet shop porto das racoes

super moda

Alameda Rui Barbosa
Centro de Itapetinga
(77) 3261-9815


nutri acai

ki docura