ita classificados

paulo filho crm



samuel veiculos

pax perfeicao
costa pra rua

abril 2020
D S T Q Q S S
« mar   jul »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

viacao itapetinga dr jose rogerio rodrigues casa bella mariana calçados ll tratores dr marcus vinicius xavier urologista casa de carnes o bananal daniela rodrigues seguros

:: 30/abr/2020 . 19:19

Bahia registra 2.867 casos confirmados de Covid-19 e 106 óbitos

_

A Bahia registra 2.867 casos confirmados de Covid-19, o que representa 19,78% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 686 pacientes recuperados e 106 óbitos, 2.075 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 135 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (62,23%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes são Ilhéus (1.244,40), Uruçuca (1.072,18), Coaraci (765,02), Salvador (621,09) e Gongogi (561,17).

O boletim epidemiológico registra 7.929 casos descartados e 14.497 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 786 leitos disponíveis do Sistema único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 328 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 42%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 318 leitos exclusivos para o coronavírus, 153 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 54%. Cabe ressaltar que novos leitos serão abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 106 mortes pelo coronavírus nos seguintes municípios: Adustina (1); Água Fria (1); Araci (1); Belmonte (1); Camaçari (1); Capim Grosso (1); Catu (1), sendo que a paciente foi contaminada na capital baiana; Feira de Santana (1); Gongogi (2); Ilhéus (4); Ipiaú (2); Itabuna (3); Itagibá (1); Itapé (1); Itapetinga (2); Juazeiro (1); Lauro de Freitas (5), um dos óbitos era residente no Rio de Janeiro; Nilo Peçanha (1); Salvador (67); Ubaitaba (1); Uruçuca (4); Utinga (1); Vitória da Conquista (3). Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até às 17h horas desta quinta-feira (30).

105º óbito: Homem de 80 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão e diabetes. Estava internado em um hospital privado na capital baiana, vindo a falecer hoje (30).

106º óbito: Homem de 52 anos, residente em Ubaitaba, sem comorbidades. Estava internado em um hospital público em Ilhéus, vindo a falecer na última segunda-feira (27).

Faixa etária

No momento, 55,35% dos casos confirmados são do sexo feminino. A faixa etária mais acometida pela Covid-19 foi a de 30 a 39 anos, representando 26,51% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos ou mais (441,75/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa, seguida de 30 a 39 anos (331,28/1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui.

De acordo com a Nota Técnica n° 54 (disponível em saude.ba.gov.br/coronavirus), as unidades de saúde devem realizar a coleta de amostras somente quando o caso suspeito de Covid-19 se enquadrar nos critérios abaixo:
1. Pacientes internados com suspeita de COVID-19;
2. Pacientes com síndrome respiratória aguda grave (SRAG);
3. Profissionais de saúde com síndrome gripal suspeitos de COVID-19, ou contactantes de casos confirmados de COVID-19 mesmo assintomáticos;
4. Pacientes que foram a óbito com suspeita de COVID-19 cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos aeroportos, portos e nas estradas.
Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não têm indicação para coleta de amostras.

Definição de caso suspeito de coronavírus (Covid-19):
Definição 1 – Síndrome Gripal (SG): indivíduo com quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, mesmo que relatada, acompanhada de tosse ou dor de garganta ou coriza ou dificuldade respiratória.
– Em crianças (menos de 2 anos de idade): considera-se também obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico.
– Em idosos: a febre pode estar ausente. Deve-se considerar também critérios específicos de agravamento como sincope, confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e inapetência.
Definição 2 – Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG): Síndrome Gripal que apresente dispneia/desconforto respiratório ou pressão persistente no tórax ou saturação de O2 menor que 95% em ar ambiente ou coloração azulada dos lábios ou rosto.
– Em crianças: além dos itens anteriores, observar os batimentos de asa de nariz, cianose, tiragem intercostal, desidratação e inapetência.

Brasil chega a 85 mil casos de Covid-19 e ultrapassa China; país tem 5.901 mortos

_

O Brasil registrou mais um dia com registro superior a 400 mortes por coronavírus nesta quinta-feira (30). De acordo com o Ministério da Saúde, nas últimas 24 horas foram registradas novas 435 mortes pela Covid-19. O total de óbitos no país é de 5.901, o que o torna o 9º em número de mortes no mundo.

Os casos confirmados da doença saltaram de 78.162 na quarta-feira (29), para 85.380 nesta quinta, um acréscimo de 7.218 novos casos em um dia. Com esse número o Brasil ultrapassou a China em diagnósticos positivos. O país asiático, onde começou a epidemia, tem 83.944 casos.

Itapetinga: Carta Aberta ao Prefeito Rodrigo Hagge

Foto: Itapetinga Acontece

A redação do Blog Sudoeste em Foco recebeu uma carta endereçada ao Prefeito Rodrigo Hagge e a solicitação da publicação da mesma. Segue na integra o conteúdo do documento:

“Caro Prefeito Rodrigo Hagge,

 

Reconhecemos o esforço e o empenho de V. Sª. no combate à covid-19, bem como, todo o conjunto da sociedade Itapetinguense. Entretanto, queremos destacar aqui ações que estão sabotando esse esforço:

 

1) Em primeiro lugar, são as pessoas que insistem em não usar máscara e que circulam pela cidade, sem que sejam interpeladas pelas autoridades.

2) Mesmo impondo alguns critérios, V. Sª. equivocadamente, talvez até por uma justa pressão por parte desse setor, autorizou a abertura de bares e restaurantes. Nós indagamos: se o uso de máscara é uma medida importantíssima e obrigatória, como é possível pessoas se sentarem numa mesa de bar ou de um restaurante para consumirem? Beber e comer com máscara? Nesses dias que correm, isso deve ser feito dentro de casa?

3) As filas nas casas lotéricas e bancos são um escândalo. As pessoas conscientes estão apavoradas com o que estão vendo. As recomendações de segurança, no caso de filas, estão sendo fiscalizadas por quem? De quem é a responsabilidade por isso? Dos bancos e casas lotéricas? E quem fiscaliza esses estabelecimentos para se certificar de que estão fazendo a sua parte?

4) Em áreas de lazer como, por exemplo a Lagoa, vemos pessoas circulando e sentadas em bancos despreocupadamente. O mesmo vem ocorrendo em campos de futebol de várzea, onde pessoas displicentemente jogam bola. Mesmo que estejam com máscara, isso não está correto. Sair de casa, só se for por necessidade e, aí sim; usa-se a máscara, mas perambular por aí com máscara e ou sem máscara é irresponsabilidade.

5) Outro fato equivocado de gravíssimo impacto é a permissão para pessoas saírem por aí fazendo atividades físicas, seja com máscara ou sem máscara. Atividade física é importante, mas na circunstância atual, está longe de ser uma necessidade essencial. Quem quiser, que faça em casa. As academias estão aí em pleno funcionamento. Qualquer um sabe que nesses ambientes as pessoas transpiram, respiram e inspiram fortemente por conta do esforço físico, debaixo de ventiladores e ou sob ar condicionado. Isso está certo Prefeito? Será seguro permitir que pessoas frequentem academias?

6) Há em Itapetinga uma empresa de transporte passageiros e encomendas que faz linha para São Paulo. Já houve diversas denúncias de que seus proprietários estão burlando as normas estabelecidas pelo Governo do Estado, e estão, clandestinamente, fazendo o transporte de pessoas de São Paulo para Itapetinga. Sabe-se também que, por conta das férias coletivas nas fábricas de calçados na cidade de Nova Serrana, em Minas Gerais, essa empresa trouxe de lá, um enorme contingente de pessoas, sem que as autoridades municipais de nossa cidade soubessem. Há denúncias de que estão fazendo isso na calada da noite, descarregando passageiros nos arredores da nossa cidade. Qual providência V. Sª pretende tomar? Não acha de bom alvitre mandar apurar de forma isenta esses fatos e, se for o caso, responsabilizar esses empresários?

7) Há denúncias de que dentro de residências, em quintais, em fazendas, durante os fins de semana, tem ocorrido festas e churrascadas, onde se reúnem grupos de 10 a 20 pessoas. Quem deve coibir isso?

8) Temos notícias de que uma legião de pessoas de cidades vizinhas está vindo à Itapetinga para usar os serviços da Caixa Econômica Federal e casas lotéricas. Está havendo bloqueio nas entradas de Itapetinga para checar as condições de quem entra em nossa cidade Prefeito? Se há, quem está fiscalizando esse trabalho?

9) A Prefeitura Municipal não deveria colocar diariamente na rua e nos meios de comunicação, uma campanha ostensiva de conscientização dessas questões relacionadas à covid-19?

11) Sabemos Prefeito que quem é contaminado pela covid-19 tem três destinos: a) se for rico paga por um tratamento particular; b) se for rico e político pode escolher entre o tratamento público e ou privado, o que for melhor e estiver mais à mão; c) se for pobre ficará à mercê da sorte!

10) Pense nisso Prefeito, pois no que pese seu esforço, essa cidade não está adotando as melhores práticas para evitar a disseminação do vírus. Lembre-se; o poder para que tudo ocorra da melhor forma possível deve emanar de V. Sª”.

 

 

Itapetinga-BA, 29/04/2020.           

 

Itapetinga: Prefeito Rodrigo não pretendia cancelar o São João de Itapetinga

Foto: Itapetinga Acontece

O Prefeito do município de Itapetinga não pretendia cancelar o São João do município diante da Pandemia, na qual o município tem duas mortes confirmadas vítimas do coronavírus. Pelo menos foi o que ficou demonstrado na publicação da página da Prefeitura Municipal de Itapetinga, onde o cancelamento da festa foi veiculado nesta quarta-feira (30), após o anúncio do cancelamento do São João no Estado feito pelo governador Rui Costa, durante o Papo Correria na última terça-feira (28).

Vale Salientar que municípios, inclusive com festas tradicionais, já haviam anunciado o cancelamento dos festejos juninos em suas respectivas cidades no mês passado.

O são João de Itapetinga, na gestão do Prefeito Rodrigo Hagge teve um custo em torno de R$ 2 milhões de reais a cada ano, com a não realização da festa, o vereador Diga Diga sugeriu em suas redes sociais que o Prefeito destine o dinheiro para a Pasta da Saúde e da Assistência Social do Município.

centro cardiologico de itapetinga

r d alinhamento

radio ativa digital

bora passageiro

paulo filho crm

pet shop porto das racoes

super moda

Alameda Rui Barbosa
Centro de Itapetinga
(77) 3261-9815


nutri acai

ki docura